Análise faciológica e interpretação palinológica de testemunho recuperado de ambiente lacustre assoreado no Parque Estadual do Rio Doce (MG)

Clayton Perônico, Paulo de Tarso Amorim Castro

Resumo


Este trabalho descreve as fácies sedimentares identificadas para um depósito lacustre localizado no médio vale do rio Doce, leste do Estado de Minas Gerais e traça uma interpretação para a fase final do processo deposicional. Um testemunho de 1,65 m foi recuperado (LPERD), onde três fácies foram identificadas, com predomínio da fração argila indicando que o processo envolveu baixa energia. Todas as fácies identificadas em LPERD podem ser agrupadas em um conjunto maior de fácies deposicionais propriamente ditas. A associação I foi interpretada como um ambiente com ligeira diminuição da energia de deposição, enquanto na associação II, possivelmente, ocorreu uma diminuição mais significativa. Ambas as associações, no entanto, não descartam a possibilidade de todo o processo deposicional ter ocorrido em um ambiente alagado. A análise palinológica da fácies Fma (topo) permitiu uma interpretação preliminar da fase final do processo de deposição. Foram identificados dois tipos de algas, cinco tipos de fitoclastos, um tipo de esporo de fungo, três tipos de esporos de pteridófitas e 11 tipos de grãos de pólen de angiospermas. Os pólens encontrados pertencem à táxons de ocorrência registrada para a Floresta Estacional Semidecídua Submontana. As algas identificadas pertencem às espécies Botryococcus braunii e Spirogyra sp. que ocupam pântanos rasos, solos encharcados ou úmidos, além de, turfeiras características típicas de ambiente palustre. O registro de esporos de fungos é indicativo de solos orgânicos, anóxicos, onde o processo de decomposição foi interrompido ou ocorre de maneira muito lenta. As informações reforçam a idéia de que a fácies de topo Fma foi depositada durante o processo final de assoreamento do lago. Todo o processo ocorreu de forma natural sem influência de ação antrópica

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.