Beachrock de Jaconé, Maricá e Saquarema - RJ: importância para a história da ciência e para o conhecimento geológico

Kátia Leite Mansur, Renato Rodriguez Cabral Ramos, José Marcus de Oliveira Godoy, Vitor Manuel Rodrigues do Nascimento

Resumo


Para resgatar os episódios vividos por Charles Darwin no estado do Rio de Janeiro e que fi zeram parte da sua formação científica a bordo do Beagle, está em execução o Projeto Caminhos de Darwin. Em sua vertente geológica, estão sendo descritos, para fins de geoconservação, os afloramentos por ele descritos. O beachrock de Jaconé foi identificado pelo naturalista, então com 23 anos de idade, em 9 de abril de 1832. Com o passar dos anos e com pesquisas arqueológicas realizadas na região foram descobertos seixos de beachrock nos sambaquis da Beirada e de Moa, em Saquarema, mostrando que este material já era conhecido do homem pré-histórico há mais de 4000 anos A.P. No presente estudo, buscou-se realizar o enquadramento destas exposições como patrimônio geológico e, ao mesmo tempo, atualizar o conhecimento sobre sua geologia. Foram identificadas 3 litofácies e duas delas foram analisadas petrograficamente. Suas conchas foram datadas em 8198 - 7827 cal BP, pelo método radiocarbono. Concluiu-se que é inegável seu valor e que se constitui em patrimônio geológico, seja por sua importância histórica e cultural, seja pelas informações geológicas que pôde fornecer. A ocorrência se constitui como patrimônio geológico do tipo geomorfológico, sedimentar, paleoambiental, petrológico, além de arqueológico e contextualizado na história da ciência. Tem importância internacional e valor científico, cultural, didático e ecológico.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.