A psicologia Gestalt e o reconhecimento de estruturas sedimentares complexas em geologia

Jorge Carlos Della Favera, Marco André Malmann Medeiros

Resumo


Gestalt é uma palavra alemã intraduzível que é empregada na teoria de percepção visual, baseada na psicologia das formas. Esta teoria afirma que não se pode conhecer o todo a partir das suas partes e sim das partes se chega ao todo. A teoria Gestalt  possui várias leis, das quais a lei dita Prägnanz (ou da simplificação) parece ser a mais aplicável à percepção de estruturas sedimentares complexas como a estratificação cruzada hummocky (HCS). Decorreram vários anos de mapeamento geológico por geólogos experientes antes que estas estruturas pudessem ser reconhecida como uma estrutura sedimentar muito comum nas bacias intracontinentais. Este reconhecimento só pôde ser feito usando-se de maneira inconsciente o enfoque Gestalt. Nos cursos de campo, realizados na Bacia do Parnaíba, os estudantes só reconheciam a HCS depois de aprenderem a sua simplificação, de acordo com a lei Prägnanz. Outras estruturas, como as que caracterizam a seção de barras de embocadura deltaicas geradas por inundações catastróficas, foram detectadas usando-se o mesmo enfoque. O reconhecimento de feições de dimensões exorbitantes – como ripples gigantes – é  também discutido neste trabalho.


Palavras-chave


Gestalt; Estratificação cruzada hummocky; Paleozóico; Bacia Parnaiba; Bacia Paraná.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.