Petrografia de arenitos e minerais pesados de depósitos cretáceos (Grupo Itapecuru), Bacia de São Luís-Grajaú, norte do Brasil

Marivaldo dos Santos Nascimento, Ana Maria Góes

Resumo


Petrografia de arenitos, análise textural de minerais pesados e grãos de quartzo e padrão de paleocorrentes revelaram a historia sedimentar e as áreas-fonte potenciais de depósitos do Grupo Itapecuru na borda sul da Bacia de São Luís-Grajaú. Os depósitos estudados são quartzo-arenitos cuja assembléia de minerais pesados é composta de turmalina, zircão, estaurolita, rutilo e cianita. Zircão e turmalina, preferencialmente, apresentam-se nas formas de grãos prismáticos subarredondados a bem arredondados. Grãos nas formas euédricas angulosas destes minerais, embora menos freqüentes, foram identificados. Estas evidências indicam fontes diferentes como rochas sedimentares e metassedimentares, além de rochas graníticas do embasamento. O quartzo, geralmente, apresenta-se na forma de grãos irregulares angulosos a subarredondados, monocristalinos, com extinção oscilatória ou simultânea. Espécimes policristalinos são menos freqüentes, inclusive os fragmentos líticos. As texturas superficiais observadas neste mineral são similares às encontradas nos minerais pesados, com destaque para as de origem mecânica. As composições modais dos arenitos laçadas em diagramas QFLt caem nos campos de proveniência de blocos continentais e cinturões orogênicos. O padrão de paleocorrentes e o índice RuZi permitiram definir quatro intervalos estratigráficos A, B, C and D, da base para o topo, que tiveram fontes potencialmente distintas. Os sedimentos da Zona A que foram fornecidos de áreas localizadas a norte e a nordeste da Bacia de São Luis-Grajaú, que incluem rochas do Cráton São Luís e Cinturão Gurupi, e do noroeste da Província Borborema. Os sedimentos das Zonas B, C e D foram supridos por terrenos ao sul, sudoeste e sudeste da região, onde afloram rochas do leste do Craton Amazônico, da porção norte da Faixa Araguaia e do sudoeste da Província Borborema.

Palavras-chave


Petrografia; Minerais pesados; Grãos de quartzo; Bacia de São Luís-Grajaú.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.