GEOQUÍMICA ISOTÓPICA DO Sr NO DISTRITO FLUORÍTICO DE SANTA CATARINA: IMPLICAÇÕES NA FONTE DOS FLUIDOS MINERALIZANTES DE FLUORITA

ANDRÉA RITTER JELINEK, ARTUR CEZAR BASTOS NETO, FLÁVIO FRANÇA NUNES DA ROCHA, MAURÍCIO PRADO

Resumo


Com o objetivo de caracterizar a fonte dos fluidos mineralizantes do Distrito Fluorítico de Santa Catarina foram realizadas análises isotópicos de Sr em fluoritas e baritas filoneanas e em fluorita disseminada na rocha encaixante. A amostragem foi dividida entre parte sui e norte do distrito, sub-distritos Segunda Linha Torrens e Grão-Pará, respectivamente. No sub-distrito Segunda Linha Torrens, a constância das razoes 87Sr/86Sr confirma o modelo de fluidos unicamente meteóricos envolvidos em 3 circuitos hidrotermais sucessivos que drenaram, todos os 3, uma mesma rocha fonte, ou uma mesma composição de rochas fonte. Pode-se admitir que os corpos Tabuleiro tenham sido uma fonte importante do F, talvez a mais importante, haja visto a sua riqueza em F na forma de fluorita disseminada de origem magmática, Entretanto, não há porque excluir a contribuição do Granito Pedras Grandes, o mais abundante, e no qual também ocorre fluorita disseminada (de origem secundaria) embora em menor quantidade. No sub-distrito Grão-Pará, as razões 87Sr/86Sr decrescem claramente desde fluorita precoce ate as em paragênese tardia, podendo-se facilmente estabelecer correlações entre a fluorita dos diversos filões. Ao longo do processo de mineralização, ocorreram mudanças de fonte e de origem dos fluidos. Para a fase 1 de mineralização, pode-se conceber um hidrotermalismo no qual os fluidos meteóricos drenam o embasamento granítico e lixiviam o F. As razões 87Sr/86Sr da fluorita filoneana indicam uma forte influencia do Granito Pedras Grandes que não aflora nas proximidades do deposito, mas pode ter sido drenado em profundidade. No inicio da fase 2, após o fluido meteórico drenar o embasamento granítico, gradualmente passa a predominar um fluido descendente, salino, saturado em halita, oriundo da cobertura sedimentar.

Palavras-chave


Fluorita; Isótopos Sr; Hidrotermalismo; Santa Catarina.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.