GEOLOGIA ESTRUTURAL E IDADE 40Ar/39Ar DO DEPÓSITO DE OURO PAU-A-PIQUE, FAIXA MÓVEL AGUAPEÍ, SUDOESTE DO ESTADO DE MATO GROSSO

CARLOS J. FERNANDES, RAUL M. KUYUMJIAN, GÊNOVA M. PULZ, MAURO C. GERALDES, FRANCISCO E. C. PINHO

Resumo


O depósito aurífero Pau-a-Pique localiza-se na porção sudoeste do Cráton Amazônico na parte sul da Faixa Móvel Aguapeí. O minério é constituído por sistemas de veios de quartzo e disseminações nas rochas da Formação Fortuna, porção basal do Grupo Aguapeí, de idade Mesoproterozóica. O mapeamento geológico do depósito Pau-a-Pique mostrou que o minério aurífero é controlado pela Zona de Cisalhamento Corredor. Esta estrutura estabelece o contato entre metaconglomerado do Grupo Aguapeí e granito-gnaisses do Terreno Santa Helena.A deformação rúptil-dúctil imposta pelo cisalhamento regional converteu as rochas metassedimentares em diversos tipos de milonitos, as quais facilitaram a percolação de fluidos hidrotermais. Em escala local, o minério é condicionado por falhas inversas subsidiárias a Zona de Cisalhamento Corredor, que colocam em contato o metaconglomerados com um corpo de anfibólio-biotita-clorita milonito xisto. O estudo petrográfico possibilitou a identificação de microtexturas de deformação e recuperação no minério. Datações 40Ar/39Ar em sericitas obtidas junto aos veios hidrotermais nos depósitos Pau-a-Pique e Ellus,porções norte e sul da Zona de Cisalhamento Corredor,apresentam idades entre 908,1 ± 0,9Ma e 927 ± lMa para a mineralização, as quais indicam circulação de fluidos hidrotermais nas rochas metassedimentares do Grupo Aguapeí durante as etapas finais de cisalhamento gerado pela Orogenia Sunsás-Aguapeí,dando um caráter epigenético à formação dos depósitos.


Palavras-chave


Minério aurífero; Rochas miloníticas; Alteração hidrotermal; Controles do minério; Zona de cisalhamento; Idades 40Ar/39Ar.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.