IDADES U-Th-Pb E U-Pb EM MONAZITA DE ORTOGNAISSE DO COMPLEXO JAMARI, ÁREA DO DEPÓSITO DE ESTANHO DE BOM FUTURO (RO)

VALMIR DA SILVA SOUZA, LUCIANA MIYAHARA TEIXEIRA, ELTON LUIZ DANTAS, NILSON FRANCISQUINI BOTELHO, JORGE HENRIQUE LAUX

Resumo


O método geocronológico U-Th-Pb em monazita, por meio de microssonda eletrônica, vem sendo aplicado no estudo geotermobarométrico de terrenos metamórficos e fornecendo resultados compatíveis com os métodos absolutos de datação geocronológica. Esse trabalho compara os resultados analíticos obtidos por este método com os de U-Pb por diluição isotópica em cristais de monazita de ortognaisse do Complexo Jamari, Paleoproterozóico da região central de Rondônia. Os cristais analisados variam de 0,5 a 1,5 mm, são limpos, não zonados, caracterizando uma Ce-monazita monogenética. A aplicação do método U-ThPb revelou idade Pb-Th* de 1327 ± 20 Ma, enquanto que pelo método U-Pb obteve-se idade I331±0,98 Ma. Os valores de idades próximos revelam a eficácia do método U-Th-Pb, apesar da menor precisão, em relação aos métodos de datação absoluta. As idades obtidas são interpretadas como registros de cristalização metamórfica, associada ao evento regional que afetou as rochas do embasamento na região central de Rondônia, durante a orogenia Rondoniana-San Ignácio.


Palavras-chave


Complexo jamari; Rondônia; Depósito de estanho do Bom Futuro; Idade U-Th-Pb em monazita; Idade U-Pb em monazita.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.