TRATAMENTO DO TOPÁZIO IMPERIAL POR PREENCHIMENTO DE FRATURAS

GILBERTO JOSÉ ABREU MACHADO, PAULO CÉSAR SOUZA, ANTÔNIO CLARET SOARES SABIONI, CÉZAR MENDONÇA FERREIRA

Resumo


O tratamento do topázio imperial pelo método de preenchimento de fraturas é inédito e tem por objetivo eliminar visualmente as inclusões do tipo fraturas que atingem a superficie do mineral. Neste trabalho foi feito um estudo do aproveitamento de topázios de baixa qualidade gemológica pelo tratamento de impregnação com os fluidos Opticom 224 e a -monobromonaftalina. O princípio do método é baseado no preenchimento destas inclusões, para substituir o ar que, normalmente, preenche tais cavidades por uma substância transparente, incolor ou colorida, com índice de refração próximo ao da gema. As amostras foram selecionadas, submetidas a vácuo, seguido de imersão em Opticom 224 ou α-monobromonaftalina ainda sob vácuo, mantidas em repouso para que a pressão atmosférica forçasse o fluido para dentro das fraturas e finalizou-se o processo com a limpeza das mesmas. O incremento da massa das amostras utilizadas demonstrou que houve a percolação de fluido nas fraturas. Os resultados mostram a redução de reflexos brancos e eliminação visual de fraturas em todas as amostras após a impregnação, com melhoria da cor, transparência e brilho, mostrando que o método é adequado para aproveitamento de rejeitos de topázio imperial.


Palavras-chave


Preenchimento de fraturas; Topázio imperial; Gemas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.