O GRUPO SABARÁ NO SINCLINAL DOM BOSCO, QUADRILÁTERO FERRÍFERO: UMA REVISÃO ESTRATIGRÁFICA

LUCIENE GONÇALVES ALMEIDA, PAULO DE TARSO AMORIM CASTRO, ISSAMU ENDO, MARCO ANTONIO FONSECA

Resumo


É proposta neste trabalho a revisão litoestratigráfica do Grupo Sabará na região de Ouro Preto, que passa a ser constituído por duas formações: a inferior, Formação Saramenha, anteriormente definida por Barbosa (1968), e a superior, Formação Estrada Real, proposta neste trabalho. Nas demais regiões do Quadrilátero Ferrífero, onde estas duas unidades não são discriminadas, o grupo é considerado indiviso. A Formação Saramenha (Barbosa 1968) é composta por metadiamictitos, metarritmitos, metapelitos, xistos (predominando clorita-xistos), filitos variados e lentes de dolomito e equivale à denominada Formação Sabará (Gair 1958), na região de Ouro Preto. Já a Formação Estrada Real é representada por metarenitos, metaconglomerados, metadiamictitos e lentes de formações ferríferas, que afloram na região de Chapada-Lavras Novas, a sul da cidade de Ouro Preto. Estas unidades foram anteriormente correlacionadas ao Grupo Itacolomi (Barbosa 1969a, b), que é composto pelos quartzitos da serra Itacolomi (Dorr II 1969) e repousa em discordância erosiva e angular sobre xistos e filitos do Grupo Sabará. Outras ocorrências descontínuas de unidades quartzíticas, posicionadas estratigraficamente acima do Grupo Sabará, e tratadas na literatura como pertencentes ao Grupo Itacolomi, englobam as ocorrências da região de Chapada-Lavras Novas (e.g. Lacourt 1947, Barbosa 1969, Dorr II 1969, Brajnikov 1949, Glöeckner 1981), da serra do Pires próximo à Congonhas (e.g. Guild 1957, Barbosa 1949), do Pico do Frazão (e.g. Maxwell 1972) e da serra de Ouro Branco (e.g. Alkmim 1987). Entretanto, o acervo estrutural dos quartzitos encontrados nestas unidades é idêntico ao do Grupo Sabará (e.g. Guild 1957, Barbosa 1949, Almeida et al. 2002), sugerindo a correlação das mesmas com a Formação Estrada Real. Esta correlação baseia-se fundamentalmente nas relações de contato e na similaridade do acervo estrutural encontrado nesses metassedimentos com o acervo observado no Grupo Sabará e nas demais unidades do Supergrupo Minas, no sinclinal Dom Bosco.


Palavras-chave


Litoestratigrafia; Grupo Sabará; Formação Estrada Real; Sinclinal Dom Bosco; Quadrilátero Ferrífero.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.