OCORRÊNCIA DE MEGÁSPOROS NO CARBONÍFERO SUPERIOR (SUBGRUPO ITARARÉ) NA PORÇÃO NE DA BACIA DO PARANÁ, ESTADO DE SÃO PAULO

PAULA GARCIA CARVALHO DO AMARAL, FRESIA RICARDI-BRANCO

Resumo


No presente trabalho são apresentados os resultados obtidos a partir do estudo sistemático detalhado dos megásporos provenientes das rochas sedimentares do Subgrupo Itararé (Carbonífero Superior) aflorantes na porção nordeste da Bacia do Paraná, município de Campinas, Estado de São Paulo. As rochas do afloramento estudado foram depositadas por um sistema de leques subaquosos localizado na porção inferior do Subgrupo Itararé, com influencia glacial durante o westphaliano. Quatro espécies são aqui descritas e ilustradas: sublagenicula brasiliensis, s. Sinuata, trileites tenuis e calamospora sp. Destas, as duas espécies de sublagenicula são dominantes. São igualmente discutidas as relações com outras espécies de megásporos, e documentada a distribuição temporal e espacial das quatro espécies na Bacia do Paraná e no Gondwana.


Palavras-chave


Megásporos; Carbonífero; Subgrupo Itararé; Bacia do Paraná.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.