PETROGRAFIA E MICROESTRUTURAS DE TECTONITOS DA ZONA DE CISALHAMENTO RIBEIRA, VALE DO RIBEIRA, SP E PR: IMPLICAÇÕES NO ZONEAMENTO METAMÓRFICO E ESTRUTURAL DO SUPERGRUPO AÇUNGUI E UNIDADES CORRELATAS

FREDERICO MEIRA FALEIROS, GINALDO ADEMAR DA CRUZ CAMPANHA

Resumo


A Zona de Cisalhamento Ribeira, situada no vale homônimo, Estados de São Paulo e Paraná, é uma estrutura transcorrente destral de direção geral leste-nordeste que corta rochas metassedimentares e metabásicas do Supergrupo Açungui, além de corpos graníticos nele intrusivos. Dados petrográficos e microestruturais indicam uma longa história deformacional da zona de cisalhamento. Esta se caracteriza por milonitos formados em condições desde fácies anfibolito, a 550°-600°C, até xisto verde, a 300°-400°C, seguidos pela geração de brechas. A nítida variação espacial dos milonitos de diferentes graus metamórficos indica que a zona de Cisalhamento Ribeira teve papel fundamental no zoneamento metamórfico e estrutural de parte do Supergrupo Açungui e unidades correlatas, sendo responsável por um deslocamento vertical de cerca de 3,5-4,4 km entre os blocos tectônicos que limita.


Palavras-chave


Zonas de cisalhamento; Microestruturas; Metamorfismo; Supergrupo Açungui.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.