PALINOMORFOS DE AFINIDAD INCIERTA EN LA PERFORACIÓN DI.NA.MI.GE. 254 “PASO DE LAS TOSCAS” (PÉRMICO INFERIOR), CUENCA PARANÁ, URUGUAY

PEDRO R. GUTIÉRREZ, ÁNGELES BERI, MARÍA LUCÍA BALARINO, ANA M. ZAVATTIERI

Resumo


Foi analisado um conjunto de palinomorfos (acritarcos, algas, fungos e outros elementos de afinidade incerta) autóctones e retrabalhados provenientes das formações San Gregorio e Melo no poço DI.NA.MI.GE. No. 254 “Paso de Las Toscas”, Bacia do Paraná, Uruguai. A maioria destas microfloras, de idade cisuraliana, indicam ambientes de água doce ou salobra. Porém, observam-se formas indicadoras de ambientes marinhos (principalmente Micrhystridium) aos 349, 306 (Formação San Gregorio), 282, 241, 168 e 139 mbbp (Membro Frayle Muerto). O material retrabalhado é restrito a algumas amostras da Formação San Gregorio e uma amostra na base do Membro Frayle Muerto. Os resultados são coerentes com as condições em que foram
depositados os sedimentos das unidades analisadas e com a evolução do nível do mar durante o intervalo de tempo considerado.

Palavras-chave


Palinologia; Permiano; Acritarchs; Algae; Fungi; Incertae sedis.

Texto completo:

PDF (Español (España))


DOI: http://dx.doi.org/10.4072/rbp.2015.1.09

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country RankSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar