AUSTROPEDIOMYS MARSHALLI GEN. ET SP. NOV., A NEW PEDIOMYOIDEA (MAMMALIA, METATHERIA) FROM THE PALEOGENE OF BRAZIL: PALEOBIOGEOGRAPHIC IMPLICATIONS

LEONARDO M. CARNEIRO, ÉDISON V. OLIVEIRA, FRANCISCO J. GOIN

Resumo


Os Pediomyoidea sempre foram considerados como um grupo de metatérios norte-americanos do Cretáceo Superior. No entanto, alguns estudos sugeriram que alguns táxons sul-americanos poderiam estar relacionados com esse clado. Aqui, é descrito Austropediomys marshalli gen. et sp. nov. da Bacia de Itaboraí, Brasil (Eoceno inferior – SALMA Itaboraiense). Austropediomys gen. nov. representa o primeiro relato de um metatério do grupo dos pediomídeos no Paleógeno da América do Sul apoiado por uma análise filogenética. Várias características derivadas nos molares superiores sustentam sua inclusão no clado dos Pediomyoidea: presença de estruturas acessórias (aqui denominadas conuloides) linguais aos cônulos; cúspides estilares supranumerárias; plataforma estilar assimétrica, com o lobo parastilar reduzido a uma faixa estreita no M1; paracone arredondado e metacone piramidal no M1; centrocrista reta; prepacrista curta e obliquamente orientada, contactando StA em M2–3. A presença de estruturas conulares linguais ao paracônulo e metacônulo é identificada em Austropediomys gen. nov. e também em pediomioides do Cretáceo Superior, sendo recuperada na análise filogenética como uma sinapomorfia dos Pediomyoidea. Austropediomys gen. nov. é autapomórfico pela presença de conuloides evidentemente desenvolvidos na pré- e pós-protocrista. O registro de um pediomioide no Paleógeno da América do Sul aumenta a amplitude temporal e biogeográfica dessa linhagem. Além disso, nossos resultados suportam a hipótese de que várias linhagens de metatérios se dispersaram da América do Norte para a América do Sul através da Placa do Caribe, provavelmente durante o Cretáceo Superior, em um modelo similar ao sweepstakes ou ‘saltos-de-ilhas’ (island hopping).


Palavras-chave


Eoceno inferior; Bacia de Itaboraí; Pediomyoidea; Sistemática.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.4072/rbp.2018.2.03

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country RankSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar