FOSSIL LEAVES FROM THE CULLEN FORMATION (MIDDLE MIOCENE), TIERRA DEL FUEGO PROVINCE, ARGENTINA

NICOLÁS AUGUSTO CAVIGLIA

Resumo


As plantas fósseis da Província da Tierra del Fuego, Patagônia Argentina, são conhecidas desde a expedição de Charles Darwin sobre o Canal de Beagle. Entretanto, somente algumas poucas plantas foram descritas. No presente trabalho, uma nova coleção de folhas fósseis é estudada, coletadas de afloramentos da Formação Cullen (Mioceno médio) localizada na costa atlântica da Tierra del Fuego, Patagônia, Argentina. Cerca de duzentos espécimes foram coletados em três localidades: Cabo Espíritu Santo, Arroyo Beta e Cañadón de los Mineros. O estudo taxonômico revelou a presença de nove espécies fósseis, seis delas relacionadas a Nothofagus Blume (Nothofagaceae), uma a Myrtaceae, uma a Gesneriaceae e a última ao gênero Podocarpus Labill. Nosso estudo concorda com trabalhos prévios, que sugeriram que as Nothofagaceae foram dominantes na área da Formação Cullen, e suporta o desenvolvimento de um clima temperado frio e de floresta na área. A associação megaflorística estudada resulta ser similar a outras paleofloras desenvolvidas na Patagônia durante o Neógeno, de acordo com a análise de cluster realizada. Finalmente, ela foi caracterizada como uma paleoflora subantártica sensu Troncoso & Romero.


Palavras-chave


Megaflora; Impressões de folhas; Neógeno; Patagônia.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.4072/rbp.2019.3.02

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country RankSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar