THE RECORD OF CAMELIDS (ARTIODACTYLA, CAMELIDAE) FROM THE VALSEQUILLO BASIN, LATE PLEISTOCENE OF PUEBLA STATE, CENTRAL MEXICO: TAXONOMY, DIET, AND GEOGRAPHIC DISTRIBUTION

VICTOR MANUEL BRAVO-CUEVAS, JOAQUÍN ARROYO-CABRALES, JAIME PRIEGO-VARGAS

Resumo


Material fóssil dentário e pós-craniano atribuído a camelídeos, recuperados de depósitos quaternários aflorantes na Bacia Valsequillo, Estado de Puebla, México central, é descrito formalmente. Um estudo comparativo indica a presença de duas espécies de camelídeos, Hemiauchenia macrocephala e Camelops hesternus. A amostra atribuída a H. macrocephala inclui fragmentos maxilares e mandibulares, dentes isolados, e vários restos pós-cranianos (astrágalos, metapodiais e falanges proximais), que mostram os seguintes caracteres diagnósticos da espécie: molariformes coberto por uma camada de cemento; uma mandíbula aumentando em altura do p4 ao m3; p4 de aspecto triangular; metapodiais longos e finos; e falanges proximais com uma cicatriz no ligamento suspensório em forma de W. A amostra atribuída a C. hesternus é representada por fragmentos maxilares e mandibulares, dentes isolados, e metapodiais, compartilhando com a espécie seu grande tamanho; P4 com aspecto quadrangular; p4 de contorno triangular e simplesmente dobrado; e uma mandíbula que é significantemente mais alta de p4 a m3. Uma análise de micro-desgaste foi realizada a fim de caracterizar a dieta de amostras estudadas, indicando hábito ramoneador e a alimentação mista em H. macrocephala e C. hesternus respectivamente. As diferenças de tamanho e regimes tróficos nestas espécies deve explicar a partilha de recursos entre elas. No final do Pleistoceno, esses camelídeos eram comuns em localidades mexicanas entre 19°-25°N e o registro da Bacia de Valsequillo é um dos poucos locais onde ambas as espécies têm sido relatadas.

Palavras-chave


Camelidae; Taxonomia; Dieta; Distribuição geográfica; Bacia Valsequillo; Quaternário.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.4072/rbp.2016.2.08

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country RankSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar