BIOMECHANICAL AND PHYSIOLOGICAL INFLUENCES ON THE OSTEOHISTOLOGICAL DEPOSITION OF ANHANGUERIA (PTEROSAURIA, PTERODACTYLOIDEA)

LÚCIA HELENA DE SOUZA ELEUTÉRIO, RENAN ALFREDO MACHADO BANTIM, FLAVIANA JORGE DE LIMA, RAFAEL CÉSAR LIMA PEDROSO DE ANDRADE, ANTÔNIO ÁLAMO FEITOSA SARAIVA, ALEXANDER WILHELM ARMIN KELLNER, JULIANA MANSO SAYÃO

Resumo


O estudo da microestrutura óssea preservada em organismos fósseis traz informações substanciais sobre a fi siologia, gradientes e estratégias de crescimento e uma série de considerações ecológicas. Para o entendimento dos mecanismos biológicos de animais extintos utiliza-se a paleohistologia. Apresentamos a caracterização microestrutural de dois pterossauros do clado Anhangueria. Foram confeccionadas lâminas da primeira falange alar e IV metacarpal de MN 7060-V, além da ulna, rádio e primeira falange alar de MPSC R2090. A análise histológica de ambos os ossos de MN 7060-V exibiu tecido fi brolamelar, poucos osteócitos e canais. Já os ossos de MPSC R2090 apresentaram tecido fi brolamelar plexiforme e histovariabilidade, sugerindo diferentes taxas de crescimento para os ossos de um mesmo indivíduo. A vascularização na falange foi elevada, intermediária na ulna e ausente no rádio. Essa ausência de canais pode estar relacionada a pressões biomecânicas, devido a resistência às cargas de torção exercidas durante o voo. A histologia e a ausência de fusão dos ossos sugerem indivíduos não adultos. Dois momentos diferentes de crescimento foram então estabelecidos. MN 7060-V é um subadulto, com presença de porosidade óssea e MPSC R2090 um jovem, devido à alta vascularização e tecido fi brolamelar plexiforme, indicativo de crescimento rápido. Foi concluído neste trabalho que, no clado Anhangueria, o crescimento ósseo não acompanha o estágio ontogenético dos indivíduos. Animais jovens podem apresentar grandes proporções, ao passo que indivíduos mais velhos tamanhos menores dentro de um mesmo clado.

Palavras-chave


Paleohistologia; Pterosauria; Anhangueria; Formação Romualdo; Bacia do Araripe.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.4072/rbp.2015.3.06

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country RankSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar