A Zona de Convergência do Atlântico Sul: uma visão e revisão críticas

Rubens Junqueira Villela

Resumo


A Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) é uma alongada e persistente banda de intensa convecção que na época de verão e com certa frequência se estende da Amazônia ao oceano ao largo das costas brasileiras, exercendo papel significativo no regime pluviométrico do País. Juntamente com suas congêneres do Pacífico e do Índico, constitui uma nova categoria de organismo meteorológico de larga escala, identificado a partir da década de 1970 através da análise de observações de satélite. A explicação do fenômeno é ainda um desafio para a meteorologia e climatologia; essencialmente, resulta de uma intensa interação entre sistemas tropicais e de latitude média. Neste trabalho, recapitulamos uma parte da evolução histórica dos conhecimentos sobre o assunto, incluindo, além das contribuições de pesquisadores brasileiros, os providenciais estudos japoneses comparando a ZCAS com a Baiu, e apresentamos descrições resumidas de eventos de ZCAS no Brasil. Como complemento, reportamo-nos a dois eventos de precipitações destrutivas no Estado de São Paulo, de natureza frontal, a comparar com a atuação da ZCAS.


Palavras-chave


ZCAS; América do Sul; Zona de Convergência; Precipitação; Sistemas atmosféricos

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5935/0100-929X.20170006

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank

Indexação

A Revista do Instituto Geológico é indexada pelas seguintes Bases de Dados / Portais:

Scopus - Elsevier
    
GeoRef - GeoScienceWorld
   
Latindex
     
Portal de Periódicos CAPES
 
Zoological Records
 
Portal de Periódicos Eletrônicos em Geociências

 

Apoio

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)