“Novas transformações espantosas – o estrato geológico Humano redescoberto”: promovendo o diálogo entre arte e o Antropoceno.

Alex Ubiratan Goossens Peloggia

Resumo


Este trabalho propõe um debate entre geologia e arte, tornado efetivo por uma produção artística original feita pelo autor deste trabalho – e que representa conceitos geológicos relacionados ao tema do Antropoceno, a nova época geológica humana hoje em discussão. A proposta é fundamentada em uma produção clássica de arte geológica (Awful Changes, de Henry De La Beche, feita em 1830), que se refere à questão do tempo geológico, ao livro Time’s Cycle, time’s Arrow, de Stephen Jay Gould (1991), que analisa essa obra, e ainda ao livro The Earth After Us, de Jan Zalasiewicz (2008), que trata do estrato geológico urbano tal como poderia ser encontrado no futuro. O trabalho artístico original mostra, assim, a redescoberta por seres inteligentes “ictiossauroides”, em um futuro geológico longínquo, do estrato geológico correlativo ao “evento humano”, que observam, por meio da análise estratigráfica, as características particulares do episódio e interpretam a cultura que o produziu. Mostra-se, desse modo, como os conceitos geológicos podem ser adequadamente representados por meio da expressão artística criativa, e como temas geológicos clássicos podem ser de interesse
para o debate contemporâneo.


Palavras-chave


Antropoceno; Estrato Geológico Humano; Arte Geológica.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5935/0100-929X.20180009

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Métricas

SCImago Journal & Country Rank
     
Google Scholar Profile

Indexação

A Revista do Instituto Geológico é indexada pelas seguintes Bases de Dados / Portais:

Scopus - Elsevier
    
GeoRef - GeoScienceWorld
   
Latindex
   Scilit - The Scientific Literature database
       
Portal de Periódicos CAPES
 
Zoological Records
 
Portal de Periódicos Eletrônicos em Geociências
  

 

Apoio

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
     
Instituto Geológico

 

Licença Creative Commons CrossRef - Similarity Check

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.