Morfologia cristalina de diamantes provenientes das regiões de Chapada dos Guimarães, Poxoréu, Paranatinga, Diamantino e Alto Paraguai, Mato Grosso

Iede Terezinha Zolinger, Darcy Pedro Svisero, Ricardo Kalikowski Weska

Resumo


Este artigo refere-se aos principais resultados da análise morfológica de diamantes provenientes de depósitos detríticos das regiões de Chapada dos Guimarães, Poxoréu, Paranatinga, Alto Paraguai e Diamantino, localizadas no Estado de Mato Grosso. As principais características observadas foram o predomínio de cristais rombododecaédricos, seguidos de fragmentos de clivagem, formas irregulares e agregados. As formas menos presentes incluem o octaedro, formas transicionais entre o octaedro de faces planas e o rombododecaedro de faces abauladas, geminado plano, cubo, pseudohexatetraedro, bem como alguns diamantes policristalinos (carbonado e ballas).

Palavras-chave


Diamante; Mato Grosso; Morfologia; Aluviões.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5935/0100-929X.20020007

Apontamentos

  • Não há apontamentos.