Prospecção de água subterrânea em aqüíferos cristalinos com o emprego de métodos indiretos

José Domingos Faraco Gallas

Resumo


Os métodos geofísicos, particularmente a eletrorresistividade, vêm se consolidando como uma ferramenta eficaz na prospecção de águas de subsuperfície. Seu emprego proporciona considerável diminuição de custos na perfuração de poços tubulares, uma vez que o método detecta com precisão a existência de estruturas potencialmente aqüíferas. O conteúdo deste trabalho traz aspectos técnico/teóricos do método da eletrorresistividade e sugere técnicas de aquisição, processamento e interpretação de resultados em uma área de rochas cristalinas. Para tanto, são apresentados os resultados de um caso real de uma área estudada no município de São José do Rio Pardo, São Paulo.

Palavras-chave


Geofísica aplicada; Eletrorresistividade; Água subterrânea.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5935/0100-929X.20030004

Apontamentos

  • Não há apontamentos.