FATORES QUE CONDICIONAM A PRESENÇA E DISPERSÃO DE MINERAIS DE FERRO NOS SEDIMENTOS ARENOSOS DAS CALHAS, VÁRZEAS E TERRAÇOS DOS RIOS QUE DRENAM O QUADRILÁTERO FERRÍFERO (MG)

PAULO DE TARSO AMORIM CASTRO, CLÁUDIO EDUARDO LANA, TIAGO OLIVEIRA ROBERTTI, MARIA EUGÊNIA SILVA DE SOUZA, MÁRIO QUINTAES, MARIA ELISA MARTINS MORAES, NEYLLIANE CRISTINA CRUZ DA SILVA

Resumo


Este trabalho apresenta os resultados de estudos sedimentológicos realizados ao longo dos cursos de água das bacias hidrográficas dos rios Piracicaba, das Velhas e Doce que drenam as áreas das minas de ferro do Quadrilátero Ferrífero. Foram realizadas caracterizações sedimentológicas e mineralógicas de amostras coletadas na calha dos cursos de água visando obter a concentração de minerais de ferro. Paralelamente, foram analisadas amostras de sedimentos coletados nas várzeas e terraços, com objetivo de obter elementos de comparação temporal da ocorrência de minerais de ferro em sedimentos aluviais depositados anteriormente à instalação das minas na região. Os resultados obtidos indicam que a presença de barramentos nos cursos de água interfere na dispersão dos minerais de ferro. A malha ferroviária utilizada como escoamento da produção de ferro ao longo do rio Piracicaba atua como fonte secundária de minerais de ferro nas várzeas e na calha do rio. Quando comparados à concentração de minerais de ferro nos terraços, os sedimentos das calhas fluviais mostram substancial aumento da concentração, indicando que a ação antrópica é a causadora deste aumento a despeito das ações mitigadoras que a legislação ambiental preconiza.


Palavras-chave


Minerais de ferro; Aluviões; Quadrilátero Ferrífero.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank