MÉTODO DE DATAÇÃO RADIOMÉTRICA APROXIMADA DE UM CONDRITO COMUM UTILIZANDO O SISTEMA ISOTÓPICO PB206-PB207 ATRAVÉS DE ANÁLISE QUÍMICA DE MICROSSONDA ELETRÔNICA DE PLAGIOCLÁSIOS METAMÓRFICOS

Ricardo GAZILLO NETO

Resumo


Condritos comuns são meteoritos que quando submetidos a metamorfismo termal desenvolvem minerais de recristalização como o plagioclásio que contêm a composição da matriz condrítica original. A matriz de um condrito carbonáceo primitivo pode ser considerada complementar de um condrito comum ou não carbonáceo o que permite analisar o fracionamento de elementos traço de um reservatório geoquímico para outro. Quantidades de chumbo foram analisadas por microssonda eletrônica no condrito comum Campos Sales (L5) e essas quantidades foram utilizadas para datar os plagioclásios através da correlação das suas concentrações de Pb com as razões isotópicas Pb206/Pb204 e Pb207/Pb204 do condrito carbonáceo Allende através do conceito de fracionamento geoquímico e cosmoquímico do elemento Pb. Os dados estatísticos gerados foram utilizados para obter a idade aproximada do metamorfismo dos plagioclásios do Campos Sales através do sistema isotópico Pb206-Pb207. O método aqui demonstrado de datação química fornece uma idade com grande margem de erro de 652 Ma devido à precisão próxima do limite de detecção para os elementos traço na microssonda eletrônica e às considerações feitas sobre fracionamento geoquímico, mas apresenta-se consistente em relação aos resultados esperados para a idade dos condritos.


Palavras-chave


Microssonda eletrônica; Fracionamento geoquímico; Metamorfismo; Datação aproximada; Sistema isotópico Pb206-Pb207.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank