FÁCIES DELTAICAS DEVONIANAS DE JACIARA-MATO GROSSO: O INDÍCIO DE UMA NOVA PROPOSTA ESTRATIGRÁFICA PARA A SUB-BACIA DE ALTO GARÇAS

Victor Rodrigues RIBEIRO, Renato Pirani GHILARDI, Silane Aparecida Ferreira da Silva CAMINHA

Resumo


O Devoniano da bacia do Paraná é caracterizado pela consolidação de duas sub-bacias, uma ao sul chamada sub-bacia Apucarana e outra ao norte chamada sub-bacia Alto Garças. Diferenças paleoambientais são notadas em ambas bacias, na sub-bacia Alto Garças as diferenças são laterais: fácies terrígenas deltáicas se estabeleceram na margem norte enquanto que fácies marinhas reinam à noroeste. Na região de Jaciara-MT, flanco noroeste da sub-bacia Alto Garças, as rochas devonianas aflorantes foram descritas apenas contendo fácies de mar aberto, no entanto aqui apresentamos novos empilhamentos estratigráficos, ambientes deposicionais e concentrações fossilíferas. Foram individualizados várias subunidades deposicionais, sendo elas da base para o topo; fácies de mar aberto com fósseis bastante representativos da fauna Malvinocáfrica (exemplares de Lingulídeos, Orbiculoideasp., Australocoeliasp., Notiochonetes sp. e Australospirifer sp.), fácies de frente deltaica influenciada pela ação das marés, fácies de preenchimentos de vales incisos, fácies de rompimentos cíclicos de diques marginais sob planícies deltaicas, fácies fluviais, fácies transgressivas marinhas. Delimitadas por Superfície de Inundação Máxima, Superfície de Regressão Forçada e a Superfície Transgressiva.


Palavras-chave


Sub-bacia Alto Garças; Estratigrafia; Devoniano; Mato Grosso; Brasil.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank