USO DE GEOTECNOLOGIAS NA SELEÇÃO DE ÁREAS PARA IMPLANTAÇÃO DE ATERROS SANITÁRIOS: ABORDAGEM COMPOSTA APLICADA AO MUNICÍPIO DE MIRANDÓPOLIS, SP

Mariana Barbosa de CARVALHO, Nelson GIOVANINI JUNIOR, José Augusto de LOLLO, César Gustavo da Rocha LIMA

Resumo


O elevado crescimento populacional e o consequente aumento da produção de resíduos sólidos têm sido motivo de preocupação no gerenciamento e disposição desses materiais, especialmente devido à constante diminuição de áreas ambientalmente adequadas e logisticamente viáveis para a implementação de aterros sanitários. Para a seleção do local de instalação de um aterro sanitário devem ser considerados vários aspectos técnicos, legais e ambientais, que se não forem corretamente definidos podem resultar em problemas para a administração pública, para a população, e para o meio ambiente. Dessa forma, é de interesse geral que sejam elaborados métodos para simplificar a tomada de decisão quanto à instalação desses depósitos de resíduos sólidos mantendo a eficiência do processo de análise. Este trabalho desenvolveu uma análise de decisão multicritério composta pela associação da ponderação de atributos ambientais, restritivos (Legais) e logísticos para pré-seleção de áreas aptas à instalação de um aterro sanitário no município de Mirandópolis - SP, fazendo-se uso dos Sistema de Informações Geográficas (SIG), aplicação da lógica Fuzzy e métodos de ponderação algébrica de mapas. Na análise, foram primeiramente considerados critérios restritivos, dividindo a área do município em parcelas aptas e não aptas; posteriormente, com base em parâmetros e ponderações encontrados na literatura, realizou-se a classificação das áreas aptas para identificar quais seriam as mais adequadas à instalação do aterro. Verificou-se que menos de 40% da área total do município de Mirandópolis-SP é apta para a instalação de aterro sanitário, e que as áreas mais adequadas se encontram no entorno do perímetro urbano, especialmente a nordeste e sudoeste deste. A principal vantagem da abordagem adotada é ter sua base em dados digitais disponíveis e de fácil acesso público, o que, associado a técnicas digitais de análise espacial, proporcionou agilidade ao processo. A natureza objetiva da abordagem utilizada permite sua aplicação a outros municípios, tornando-a uma ferramenta com grande potencial para a administração pública municipal na pré-seleção de áreas para instalação de aterros sanitários.


Palavras-chave


Aterro sanitário; Logística; Meio ambiente; SIG.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank