DISPONIBILIDADE HÍDRICA E BALANÇO HÍDRICO DA BACIA DO RIO CACHOEIRA NA REGIÃO DE ITABUNA / BA

Bruno Zanon ENGELBRECHT, Roger Dias GONÇALVES, Elias Hideo TERAMOTO, Hung Kiang CHANG

Resumo


Foi estimado o balanço hídrico na Bacia do Rio Cachoeira, na região de Itabuna (Sul da Bahia), para o período de 1973 a 2005, utilizando-se a série histórica de vazão do Rio Cachoeira e a precipitação acumulada nesse período, com base em dados obtidos de cinco estações pluviométricas. Para o cálculo dos escoamentos de base e superficial foi aplicada a técnica de filtros digitais, que permite separar, de maneira automatizada e sistemática, a contribuição das componentes fluxo de base e escoamento superficial. A evapotranspiração acumulada anual média da bacia hidrográfica corresponde a cerca de 85% da precipitação, enquanto 15% desta corresponde ao escoamento total. O escoamento superficial representa a maior parcela da água escoada, com média anual de 84,53% e máximo de 92,2% no período chuvoso, indicando baixa capacidade de infiltração de água no subsolo. A recarga média anual estimada para o aquífero (27.35 mm/a) corresponde a 15% da vazão média do rio Cachoeira e a 2,34% da precipitação média anual.


Palavras-chave


Aquíferos cristalinos; Balanço hídrico; Estresse hídrico; Itabuna (BA); Bacia do Rio Cachoeira.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank