USO DA GEOTECNOLOGIA PARA A ANÁLISE DA PRECIPITAÇÃO EM CUBATÃO (SP): CORRELAÇÃO COM A OCORRÊNCIA DE MOVIMENTOS DE MASSA

Ana Maria CARRASCOSA DO AMARAL, Fábio Augusto Gomes Vieira REIS, Camila Jardinetti CHAVES, Maria Isabel CASTREGHINI DE FREITAS

Resumo


A distribuição espacial e temporal das chuvas é de fundamental importância para gerenciamento dos recursos naturais. A presença de água relaciona-se com a grande maioria dos casos de instabilização de encostas (vertentes), tendo grande influência na deflagração de processos de movimentos de massa. A pesquisa tem como principal objetivo analisar, em ambiente SIG, a variação temporal e espacial da precipitação na região de Cubatão, por meio da interpolação de dados históricos de precipitação intensa na região. Os dados de pluviometria foram coletados por meio do Banco de Dados Hidrológicos do Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) do Estado de São Paulo, de forma gratuita. Foram feitos gráficos de média total mensal de precipitação, assim como mapas de distribuição espacial da média da chuva anual. Tais resultados foram comparados com o evento de 1976 ocorrido e registrado em bibliografias. Como resultado, pôde-se observar que o ano de 1975 foi o ano com maiores valores de médias mensais, chegando a quase 650 mm em janeiro, o que indica que no ano que antecedeu o evento de movimento de massa houve uma chuva acima da média na região, podendo ser um fator considerado deflagrador ou potencializador da ocorrência desses processos geológicos.


Palavras-chave


Precipitação; Geotecnologia; Movimentos de Massa.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank