MAPEAMENTO DE USO DA TERRA PARA AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DAS ÁGUAS DO RESERVATÓRIO GUARAPIRANGA

Marcio Roberto Magalhães de ANDRADE, Aline SALIM, Denise ROSSINI-PENTEADO, Juliana Amorim da COSTA, Alana Almeida de SOUZA, Antônio Roberto SAAD, Antônio Manoel dos Santos OLIVEIRA

Resumo


A bacia contribuinte do Reservatório Guarapiranga localiza-se na Bacia do Alto Tietê (BAT) abrangendo uma área de cerca de 61.150 hectares. O Guarapiranga representa um importante manancial de abastecimento público para a Região Metropolitana de São Paulo (RMSP), efetivamente ameaçado pelo crescente uso da terra e urbanização em especial, que tem impactado a qualidade das águas do reservatório, conforme estudos realizados no âmbito do projeto ACQUASED. Os mapeamentos de cobertura e uso da terra revelaram uma dinâmica intensa na ocupação da bacia, observada desde a década de 80, e uma situação geral no ano de 2012 que aponta para a continuidade deste crescimento urbano. Situações diferenciadas para as bacias contribuintes dos pontos de coleta GUA-01 e GUA-10 demonstram clara relação entre o uso da terra e a qualidade das águas.

Palavras-chave


Reservatório Guarapiranga; Mapeamento de uso da terra; Qualidade das águas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank