Investigação geotécnica de taludes rochosos por meio da análise estrutural: estudo de caso da BR-116, Rio Grande do Sul

Luiz Felipe Nadalin, Alberto Pio Fiori, Donizeti Antônio Giusti, Eduardo Salamuni

Resumo


A BR-116, localizada no nordeste do estado do Rio Grande do Sul, atravessa a Escarpa da Serra Geral, composta de derrames ácidos e básicos da Formação Serra Geral. Diversos movimentos de massa são observados na rodovia, relacionados com a queda e os deslizamentos de blocos dos taludes rochosos. Como hipótese, pretendeu-se verificar se as famílias de fraturas tectônicas regionais causam os movimentos de massa nos taludes da BR-116. O objetivo desta pesquisa foi aperfeiçoar os métodos de investigação geotécnica, correlacionando a Geologia Estrutural com a estabilidade de taludes rochosos. Entre os métodos utilizados estão o sensoriamento remoto e a análise de lineamentos estruturais, a análise estrutural geométrica e a análise geotécnica dos maciços rochosos (identificação de possíveis planos de ruptura e cálculo de seus fatores de segurança). Os resultados dos lineamentos estruturais regionais indicam o predomínio da direção ENE, seguida pelas direções subordinadas NE e WNW. Em relação às fraturas de alto ângulo analisadas em campo, caracterizou-se um máximo com direção N50-70E, similar ao observado regionalmente. A interpretação do diagrama de movimentos de massa indica que 75% dos movimentos que podem ocorrer na BR-116 seriam causados por deslizamentos em cunha, e o restante são planares, com predomínio de descontinuidades de alto ângulo. A direção máxima dos lineamentos (N70-90E) pode causar movimentos em seis dos sete taludes estudados, e o segundo máximo (N60-80W) condiciona deslizamentos em quatro dos sete pontos. Essa evidência mostra que as estruturas provenientes dos lineamentos regionais são as que mais podem gerar movimentos de massa.


Palavras-chave


Estabilidade de taludes; Fator de segurança; Geologia estrutural; BR-116.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2316-9095.v20-150990

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank