Potencial ornamental do Maciço Glória Norte, Domínio Macururé, Sistema Orogênico Sergipano

Vinícius Anselmo Carvalho Lisboa, Caroline Bomfim Santana Simões, Débora Correia Rios, Herbet Conceição

Resumo


“Granitos ornamentais” correspondem no mercado de rochas ornamentais a rochas que incluem tanto aquelas de origem ígnea quanto metamórfica. Isto reflete a informalidade do setor e sua independência dos conceitos teórico-acadêmicos que definem e classificam as rochas, já que a aceitação de um tipo litológico no mercado de rochas ornamentais depende, principalmente, de fatores estéticos e físicos, deixando muitas vezes de lado a avaliação das propriedades mineralógicas, texturais e estruturais. Este trabalho enfoca a avaliação do potencial de uso ornamental das rochas da Fácies Porfirítica (MP) do Maciço Glória Norte (MGN), em Sergipe, a partir de estudos petrográficos associados com a aplicação do Índice de Atratividade Econômico-Geológica (IAEG). Este índice vem sendo cada vez mais aplicado na avaliação do potencial ornamental de uma rocha a partir da qualificação e quantificação de uma série de critérios que consideram não só os aspectos de campo e mercadológicos, mas incluem a aplicação de estudos petrográficos e a observação de aspectos sobre a mineralogia, forma, dimensões, e relações de contato entre os minerais, bem como as alterações e deformações sofridas por aquele material. Os valores obtidos para o IAEG variam entre 54 e 63. Por sua vez, a determinação de alguns parâmetros físicos a partir do estudo petrográfico revelou a ausência de falhas e/ou fraturas expressivas, pouca alteração dos feldspatos e baixa quantidade de óxidos e sulfetos, o que agrega valor a este material na sua aplicação na construção civil. Os resultados aqui obtidos a partir da associação do IAEG com os parâmetros petrográficos e estruturais evidenciam um potencial ornamental médio a alto, sugerindo a possível utilização das rochas do MGN no mercado de rochas ornamentais, principalmente para os litotipos da Fácies MP. Ressalta-se, entretanto, que este uso comercial ainda exige a aplicação dos testes e ensaios tecnológicos, uma avaliação de mercado, e que haja um esforço dos órgãos competentes para fomentar a criação de uma cadeia ou arranjo produtivo para rochas ornamentais no Estado de Sergipe, que viabilize a sua explotação.


Palavras-chave


Potencial ornamental; Maciço Glória Norte; IAEG.

Texto completo:

PDF EPUB


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2316-9095.v16i3p143-151

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank