ANÁLISE DA ACURÁCIA ALTIMÉTRICA DOS MODELOS DIGITAIS DE SUPERFÍCIE SRTM, ASTER E TOPODATA E APLICAÇÃO NA REPRESENTAÇÃO 3D DO PANTANAL DA NHECOLÂNDIA

LEANDRO BONFIETTI MARINI, JOSÉ MARCATO JUNIOR, ANA PAULA MARQUES RAMOS, ANTONIO CONCEIÇÃO PARANHOS FILHO, WALERIA MENEZES BARROS, LEANDRO TSUNEKI HIGA

Resumo


Os modelos digitais de superfície (MDS) do SRTM e ASTER são importantes para o mapeamento geomorfológico, sendo então duas ferramentas notórias para a distinção das diferentes unidades de relevo e setores da paisagem. Considerando a possibilidade de uso destas ferramentas, pretende-se demonstrar neste trabalho a importância do uso destes dados para a representação do relevo do Pantanal da Nhecolândia. Inicialmente, foi realizado um controle de qualidade dos dados de altimetria do SRTM (90 m e 30 m, Versão 4), ASTER( 30 m) e Topodata (30 m) com base no Padrão de Exatidão Cartográfica dos Produtos Cartográficos Digitais (PEC-PCD), usando como referência marcos geodésicos do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Os dados dos MDS foram analisados e processados com o uso de softwares livres. A partir da análise de acurácia, verificou-se que o MDS SRTM (30 m) foi o único modelo que apresentou acurácia compatível com a escala 1:50.000, classe A. Os resultados mostram que a representação temática elaborada possibilita analisar, dentre outras, regiões de lagoas e vazantes na Nhecolândia que são os principais elementos da paisagem da região em estudo.


Palavras-chave


Modelos digitais de superfície; Padrão de Exatidão Cartográfica; Cartografia temática.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11137/2017_3_48_54

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank