Controle Estrutural sobre Avulsões e Capturas de Drenagem na Bacia do Pantanal

Antonio Conceição Paranhos Filho, Camila Leonardo Mioto, Rômulo Machado, José Renato Silva de Oliveira

Resumo


Considerada uma região única e peculiar, o Pantanal é constituído por um sistema de leques aluviais. Por apresentar essa característica, sua paisagem se modifica frequentemente e observan-se processos relacionados com atividades relacionadas a mudanças no curso dos rios, processo conhecido como avulsão. Na planície ocorrem vários processos de avulsão, como a do baixo curso do Rio Taquari e também a avulsão que determinou a direção atual dos rio Paraguai e Nabileque. Apesar desses processos terem sido observados e descritos anteriormente, não há indicação de que as avulsões se mostram como mudança do regime de controle estrutural. Assim, este trabalho objetivou avaliar a relação entre o processo de avulsões e lineamentos estruturais por meio da análise de processos de mudança do curso de alguns dos rios que formam o Pantanal. Como resultado, observou-se que em todos os casos de avulsão e controle estrutural ora apresentados houve migração do rio de um sistema estabelecido de estruturas para outro. Com exceção da calha do Rio Paraguai, que segue a direção NS, todos os processos de avulsão demonstrados neste trabalho indicam a mudança dos cursos para a direção EW, ou seja, a nova direção a ser seguida não é escolhida de modo aleatório.


Palavras-chave


Geotecnologias; Lineamentos estruturais; Neotectônica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11137/2019_3_19_26

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank