Falanges ungueais de crocodilomorfos da Bacia Bauru (Cretáceo Superior, Brasil)

Felipe Mesquita de Vasconcellos, João Tadeu Arruda, Oscar Rocha-Barbosa, Ismar de Souza Carvalho

Resumo


As falanges ungueais dos crocodilomorfos atuais são modificadas em garras cônicas, curvas ventralmente, com extremidade distal pontiaguda, recoberta por camadas de queratina. São utilizadas comoauxílio para tração durante o deslocamento, escavação e apreensão da fêmea durante a cópula. Entretanto, os crocodilomorfos fósseis apresentam maior diversidade morfológica e possivelmente funcional destas garras. Foram analisadas garras fósseis oriundas de rochas do Cretáceo Superior da Bacia Bauru, nas formações Adamantina (Município de General Salgado) e Marília (Município de Uberaba). As garras encontradas na Formação Adamantina estavam associadas a restos esqueléticos de um baurussuquídeo. Apresentam achatamento lateral, curvatura ventral intensa e robustez maior que a observada entre crocodilomorfos recentes, e várias estrias relacionadas aos ligamentos musculares na base da garra. As garras encontradas na Formação Marília estão associadas aos ossos de um peirossaurídeo. São robustas e intensamente comprimidas lateralmente; sua face ventral é comprimida e possui aspecto laminado. Apresentam pequena curvatura ventral e fortes estrias de fixação muscular em sua base. As características morfológicas destas garras podem auxiliar na investigação dos hábitos de vida destes crocodilomorfos cretácicos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank