Rochas de praia (beachrocks) da Ilha do Cabo Frio, Arraial do Cabo: registro geológico ímpar da transição pleistoceno - holoceno no Estado do Rio de Janeiro

João Wagner Alencar Castro, Kenitiro Suguio, Aline Meneguci da Cunha, Eliane Guedes, Frederico Tapajós de Souza Tâmega, Rafael Riosmena Rodriguez

Resumo


Rochas de praia (beachrocks) marcam a linha de costa pretérita e a constituição sedimentar de paleopraias. Em ambiente de micro-marés definem com precisão a posição do nível médio do mar na ocasião do processo deposicional. O presente trabalho tem como objetivo estudar as oscilações do nível do mar entre o final do Pleistoceno e o início do Holoceno a partir da investigação de 4 (quatro) afloramentos emersos e submersos de rochas de praia na ilha do Cabo Frio, Estado do Rio de Janeiro. O método de trabalho constou de coleta de material, análise petrográfica e datação ao radiocarbono. Resultados obtidos sugerem que entre 13.130 a 11.149 cal AP, ocorreu rápida mudança do nível relativo do mar em torno de 6,0 m com oscilação negativa de - 4,5 m e positivas de + 1,5 m. Os registros geológicos aqui estudados demarcam claramente a passagem entre o Pleistoceno e o Holoceno no Estado do Rio de Janeiro.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11137/2012_1_236_241

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank