Ensaios de alteração intempérica utilizando um novo aparelho: o intemperizador

Hypólito Raphael

Resumo


Este trabalho, apresenta os resultados de alteração intempérica experimentai de rochas, utilizando-se equipamentos denominado Intemperizador. Este instrumento, bastante simples, permite razoável controle dos parâmetros físico-químicos; seu desempenho foi verificado em experiências nas quais fragmentos (2-6 mm) de dois diabásios de composição química e mineralógica semelhantes mas de texturas diferentes foram submetidos a uma lixiviação de 200 litros de solução saturada de gás carbônico (taxa de precipitação média de 569 mmf/dia. As soluções foram coletadas diariamente e as análises destas soluções possibilitaram o estudo químico dos íons removidos durante todo o processo cujos resultados foram correlacionados com a granulação, pH das águas de lixiviação e consumo hidrogeniônico. Foi possível também diferenciar os fenômenos de alteração ocorridos em diferentes níveis do intemperizador. No nível em que os fragmentos sofreram intermitências térmicas e hídricas, obteve-se resultados semelhantes aos que ocorrem com rochas básicas sujeitas a climas secos. No nível onde os fragmentos estiveram imersos na solução percolante, onde favoreceram principalmente os fenômenos de hidrólise e precipitação, obteve-se alteração mais acentuada. As experiências mostraram, de um modo geral, uma alteração em maior grau no diabásio de granulação fina constatada principalmente pela decomposição dos minerais ferromagnesianos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.