Feições de intemperismo em fósseis da megafauna do Quaternário tardio de Lagoa do Rumo, Baixa Grande (BA), Brasil

Fábio Henrique Cortes Faria, Ricardo da Costa Ribeiro, Ismar de Souza Carvalho

Resumo


A descrição dos estágios de intemperismo em 110 amostras de fósseis de mamíferos do Quaternário tardio, provenientes do depósito fossilífero da Lagoa do Rumo, Baixa Grande, Bahia, Nordeste do Brasil, possibilitou diagnosticar o tempo de exposição aos agentes externos (bióticos e abióticos) desde a morte até o soterramento final. Essas feições indicam uma mistura temporal de morte na tanatocenose da assembleia fossilífera de Lagoa do Rumo em até 15 anos para o soterramento final.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5327/Z2317-48892013000100005

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank