Evolução estrutural de ocorrências de lodo Au, Ag e Pb em Serrida e Parnamirim, Pernambuco, Brasil

Marcelo de Souza Marinho, Caroline Janette de Souza Gomes

Resumo


Um levantamento estrutural e microestrutural foi realizado para analisar a evolução das ocorrências filoneanas de Au, Ag e Pb, localizadas entre as cidades de Serrita e Parnamirim, PE. Essas ocorrências ocorrem encaixadas em metassedimentos, correlacionados ao Grupo Salgueiro, e em granodioritos associados à Suíte Serrita, no Domínio Piancó-Alto Brígida, sudoeste da Zona Transversal, Província Borborema. Foram identificadas quatro fases de deformação nos metassedimentos, que registram a mudança de uma tectônica compressiva para direcional. As duas primeiras geraram uma trama de baixo ângulo, enquanto a terceira e a quarta fases formaram dobras, com clivagem de crenulação NE-SW/ESE-WSW, e zonas de cisalhamento regionais, respectivamente. Nos metassedimentos, os veios formaram-se a partir de fraturas anastomosadas de direção E-W e N-S/NNW-SSE, cuja propagação e dilatação ocorreram em curtos intervalos de tempo. Após sua cristalização, os veios foram submetidos a novas etapas de cristalização mineral concomitante a processos de deformação e mineralização, os quais marcam a transição do regime rúptil-dúctil para o rúptil. Os veios nos granitoides exibem deformação incipiente e similar à rocha encaixante. Concluiu-se que, nas duas encaixantes, os veios se formaram sob o mesmo campo de tensão, durante o final da quarta fase, sob um tensor de compressão máxima de direção NW-SE. As diferenças resultariam de um processo de refração de fraturas em função do contraste reológico das encaixantes. Essa refração induziu a formação de fraturas de cisalhamento direcionais com direções E-W/ESE-WNW e N-S/NNW-SSE na litologia menos competente, o metassedimento, e fraturas de tração de direção NW-SE na litologia mais competente, o granodiorito.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5327/Z2317-48892013000200002

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank