Quelônios do cretáceo da Formação Marília, Peirópolis, Minas Gerais, Bacia Bauru, Brasil

Daniel Wagner Rogério, Ismar de Souza Carvalho, Lucas del Mouro

Resumo


Nos depósitos do Cretáceo Superior da Bacia Bauru, são raros os espécimes completos de quelônios. No entanto, encontra-se uma grande quantidade de fragmentos ósseos da subordem Pleurodira. Em afloramentos situados em Peirópolis (Uberaba, Minas Gerais), pertencentes à Formação Marília (Maastrichtiano - Campaniano), há um dos melhores registros fossíliferos para este grupo. As 315 peças desarticuladas, coletadas nestes afloramentos, pertencentes à coleção do Complexo Cultural e Científico de Peirópolis da Universidade Federal do Triângulo Mineiro, possibilitam uma avaliação da diversidade e da abundância destes animais durante o Neocretáceo. A análise comparativa destes fósseis com exemplares de outras localidades da Bacia Bauru possibilitou o melhor entendimento dos quelônios da região durante o Cretáceo.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5327/Z2317-48892013000200006

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank