TERRAS-RARAS NO ESTADO DE SÃO PAULO: AVALIAÇÃO DA POTENCIALIDADE GEOLÓGICA

IVAN SERGIO DE CAVALCANTI MELLO, MARSIS CABRAL JUNIOR, JOSÉ FRANCISCO MARCIANO MOTTA

Resumo


Este trabalho se constitui em um estudo metalogenético voltado à avaliação do potencial para ocorrência de depósitos de terras-raras (ETR) no Estado de São Paulo. O estudo envolveu a análise da tipologia dos depósitos mundiais dos ETR, visitas a jazidas brasileiras, formulação de modelos metalogenéticos, sua aferição através de campanha expedita de campo e a consideração de quesitos mineiros, econômicos e da legislação ambiental. Embora o cenário geológico paulista esteja erguido sobre terrenos compatíveis com a existência dos principais metalotectos dos ETR, o potencial quanto a estes recursos minerais pode ser apontado como discreto. As perspectivas mais favoráveis estão relacionadas às faixas sedimentares litorâneas do sul paulista e às bacias continentais cenozóicas de Taubaté e São Paulo, compatíveis com mineralizações detríticas do tipo placer. A exeqüibilidade econômica dos eventuais jazimentos deverá estar subordinada ao aproveitamento de bens minerais associados, pesados ou não (i.e. ilmenita, rutilo, zircão ou materiais industriais e para construção civil), e pelo contorno de limitações à explotação impostas por questões ambientais (zona costeira, principalmente) ou de conflito com outras formas de uso e ocupação do solo (bacias de São Paulo e Taubaté).


Palavras-chave


Terras raras; São Paulo; Potencial geológico.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.