TAXAS DE TRANSPORTE SELETIVO PARA DIFERENTES TAMANHOS DE PARTÍCULAS AO LONGO DE UMA PRAIA: REPERCUSSÃO NO REGISTRO SEDIMENTAR

ABÍLIO C. S. P. BITTENCOURT, GERALDO S. V. BOAS, ANTONIO E. G. AZEVEDO, FÉLIX F. FARIAS

Resumo


O monitoramento de dois perfis praiais localizados nas extremidades do esporão de Caixa-Pregos (Baía de Todos os Santos, Bahia), durante o período de junho/1987 a agosto/1988, mostrou que as frações granulométricas de areia grossa, média e muito fina movimentam-se, pela ação da deriva litorânea, com maiores velocidades do que a areia fina. Este transporte seletivo ao longo da praia está relacionado às diferenças no comportamento hidrodinâmico dos vários tamanhos de grão. Na face da praia, as areias grossa e média movem-se continuamente na carga de fundo, enquanto a areia muito fina, em suspensão. A areia fina fica em atraso provavelmente porque ela é transportada por saltação. Devido ao fato de a fase construtiva no esporão de Caixa-Pregos coincidir temporalmente com um aumento da componente, ao longo da praia, do fluxo de energia das ondas, dessa maneira aumentando o transporte seletivo de grãos, tal fase, se preservada no registro estratigráfico, será caracterizada por um aumento relativo, nos depósitos da face da praia, das frações granulométricas de areia grossa, média e muito fina, em comparação com a areia fina. Essa sequência granulométrica não foi observada nos depósitos do esporão de Caixa-Pregos, devido à erosão da mesma durante a fase destrutiva subsequente do ciclo praial. A preservação no registro estratigráfico de tal sequência requer um balanço positivo entre as fases construtivas e destrutivas do ciclo praial, resultando numa progradação da linha da costa. Ademais, será também necessário que, durante a fase construtiva, exista uma considerável redução na frequência dos pequenos eventos erosivos que afetam a face da praia. Esse cenário será viável neste esporão de baixa latitude se, por exemplo, os periódicos avanços da Frente Polar Atlântica, que provocam os ventos de S e de SSE, francamente erosivos, forem reduzidos por alguma barreira atmosférica como o fenômeno El Niño. A efetividade desse fenômeno em controlar o transporte de sedimentos ao longo da praia foi demonstrado na praia de Armação (Bahia).

Palavras-chave


Dinâmica de sedimentação praial; Deriva litorânea; Transporte seletivo de grãos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.