ROTEIRO GEOLÓGICO DA BACIA DO ALMADA, BAHIA

ANTÓNIO S.T. NETTO, CHRISTOVAM P. SANCHES

Resumo


A bacia sedimentar do Rio Almada ocupa a faixa litorânea compreendida entre os paralelos de 14° S (Alto de Taipus) e 15° S (Alto de Olivença) e estende-se mar adentro até a crosta oceânica. A idade dos sedimentos contidos varia do Jurássico ao Recente. Numa área de 200 km2 a norte de Ilhéus, Bahia, toda a seção está exposta e distribuída em três compartimentos estruturais. Este roteiro aborda o arcabouço estrutural da parte emersa, visita o embasamento metamórfico arqueano. o embasamento ígneo do Proterozóico Médio e principalmente descreve os afloramentos mais ilustrativos da seção sedimentar. Estão particularmente bem expostos os leques aluviais com retrabalhamento eólico do Jurássico, os sedimentos depositados no ríft-valley do Cretáceo Superior, as restingas Cenozóicas e os beach-rocks recentes. A visita cobrindo todos os aspectos comentados pode ser realizada sem guia, e está esquematizada no roteiro para um período de três dias.

Palavras-chave


Stratigraphy; Bahia; Oil and gás; Field guide; Almada Basin.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.