Considerações sobre domínios metálicos de Pb, Zn e F do Brasil

Rubens Borges da Silva

Resumo


Através da utilização do método ponderal de ROUTHIER (1980), que é baseado no conceito de domínios metálicos, procedeu-se a uma análise-tentativa, enfocando delinear os principais domínios metálicos de Pb, Zn e F do Brasil. Dentro deste contexto, coletaram-se, na literatura geológica nacional, dados referentes a 114 mineralizações de Pb, Zn e F que se acham distribuídas por todo o território brasileiro. Os resultados obtidos através deste estudo reconhecem duas épocas metalogenéticas para Pb e Zn (Proterozóico Inferior e Superior) e três épocas metalogenéticas para o F (proterozóico Inferior, Proterozóico Superior e Mesozóico), bem como evidenciam que o potencial brasileiro para mineralizações econômicas de Pb e Zn é bastante modesto, enquanto que o potencial para F mostra-se bastante promissor, mormente na região sul-sudeste do Brasil.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5935/0100-929X.19850007

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Métricas

SCImago Journal & Country Rank
     
Google Scholar Profile

Indexação

A Revista do Instituto Geológico é indexada pelas seguintes Bases de Dados / Portais:

Scopus - Elsevier
    
GeoRef - GeoScienceWorld
   
Latindex
   Scilit - The Scientific Literature database
       
Portal de Periódicos CAPES
 
Zoological Records
 
Portal de Periódicos Eletrônicos em Geociências
  

 

Apoio

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
     
Instituto Geológico

 

Licença Creative Commons CrossRef - Similarity Check

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.